ASEMG PARTICIPA DE ENCONTRO COM COMITIVA CHINESA | ASEMG

ASEMG PARTICIPA DE ENCONTRO COM COMITIVA CHINESA

Publicado em 4 de dezembro de 2019

Na quarta-feira (27/11), uma comitiva chinesa formada por representantes do setor agropecuário da província de Shandong foi recebida na Secretaria de Agricultura do Estado de Minas Gerais.

O objetivo da visita foi conhecer melhor as cadeias dos principais produtos alimentícios pelo Estado. Durante a reunião foram discutidos pontos como a sanidade do plantel de suínos em Minas, dados sobre a cadeia suinícola, o trabalho da ASEMG e da SEAPA e o desenvolvimento  de pesquisas conjuntas pelos Estados. A preocupação compartilhada pelos integrantes da comitiva foi com relação ao surto de peste suína africana na China, que surgiu em agosto de 2018 e obrigou criadores a abaterem mais de 1 milhão de animais. A previsão da comitiva é de que nos próximos três anos o plantel chinês já esteja recuperado. No entanto Tang Jian Jun, secretário de Agricultura de Shandong tem ressalvas sobre o consumo pois após a crise muitos habitantes poderão mudar seus hábitos alimentares.

Estiveram presentes a Secretária de Agricultura do Estado Ana Valentini, representantes das instituições: Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-MG), instituições vinculadas à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA). A ASEMG também esteve presente representando a suinocultura no estado e a Federação Mineira de Apicultura (FEMAP) demonstrando  produtos ligados a extração do mel. A ASEMG apresentou à comitiva cortes suínos que ao serem degustados foram muito bem avaliados pelos convidados.

De acordo com diretor-técnico do IMA, Bruno Rocha, Minas Gerais possui reconhecimento nacional pelo efetivo controle sanitário.  “O estado é considerado livre das principais doenças que acometem o mundo, especialmente em relação aos animais de produção. O Brasil é um país livre da peste suína desde 1984”, garantiu o diretor-técnico.

Para o presidente da ASEMG João Carlos Bretas Leite o estreitamento do relacionamento com a China é de grande importância. “Para o Brasil como um todo, o envio de carne suína para China  uma ótima notícia. Minas é responsável por aproximadamente 16% do plantel nacional e o aumento das exportações impacta diretamente a comercialização trazendo um cenário mais positivo o produtor. Para a ASEMG foi muito importante poder conhecer os representantes da comitiva e mostrar um pouco do seu trabalho e do potencial da suinocultura mineira” disse.

Fonte: ASEMG com informações SEAPA

Filiado à ABCS