ASEMG, SEAPA e SEDE DISCUTEM O USO DE TECNOLOGIAS PARA SUINOCULTURA MINEIRA | ASEMG

ASEMG, SEAPA e SEDE DISCUTEM O USO DE TECNOLOGIAS PARA SUINOCULTURA MINEIRA

Publicado em 23 de março de 2021

Na última sexta-feira (19), a Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (ASEMG) esteve reunida com a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA) e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Minas Gerais (SEDE), para discutir novas tecnologias para a cadeia produtiva da suinocultura. “A tecnologia são hoje parte mais do que integrante do dia a dia de todos nós, ter a possibilidade de usá-la para melhorar ainda mais o funcionamento da nossa cadeia é uma demanda importante e urgente” disse o presidente da ASEMG, João Leite.

O Superintendente de Inovação e Economia Agropecuária da SEAPA, Carlos Bovo, explicou que o Governo de Minas acredita na importância da transformação digital, por isso a SEAPA aliada a SEDE, tem auxiliado os setores produtivos nesse quesito.

A ASEMG apresentou alguns desafios do setor como: inteligência artificial para mineração de dados, tecnologia para tabulação de custo de produção, pesagem, acompanhamento de índices zootécnicos, entre outros.

A Associação contou aos demais participantes que há algum tempo o setor vem desenvolvendo uma plataforma de dados para o entendimento do mercado no qual o suinocultor está inserido. “Hoje contamos com os dados zootécnicos e de comercialização e através deles conseguimos entender a disponibilidade de suínos, o que nos ajuda na tomada de decisão de valores para comercialização do quilo do suíno vivo em Minas. Hoje a entidade utiliza uma tecnologia interessante, mas seria de grande valia contar inteligência artificial para o entendimento e análise dos dados que temos em mãos” contou o consultor de mercado da ASEMG, Alvimar Jalles.

O analista de inovação da Secretaria Desenvolvimento Econômico (SEDE),  Mike Soares, sugeriu tratar as demandas de duas formas: a parte de inteligência artificial será tratada através de um HUB e demandas relativas à produção  através de uma “Rodada de Negócios”.

“Perceber o apoio do governo no melhoramento dos processos e informações da nossa cadeia é importante e gratificante. Nosso time já está empenhado no andamento das atividades e com certeza em breve os suinocultores poderão aproveitar tecnologias que vão de encontro às suas necessidades tanto comerciais quanto técnica” finalizou o presidente da ASEMG.

 

Filiado à ABCS