BOLSA DE SUÍNOS DE MINAS GERAIS VOLTA A SER REALIZADA NAS SEGUNDAS-FEIRAS | ASEMG

BOLSA DE SUÍNOS DE MINAS GERAIS VOLTA A SER REALIZADA NAS SEGUNDAS-FEIRAS

Publicado em 17 de agosto de 2017

A Bolsa de Suínos de Minas Gerais voltou a ser realizada nesta semana às segundas-feiras. A mesma também voltou a contar com a presença dos representantes dos frigoríficos na mesa de negociação. “É inimaginável um monólogo dentro de uma negociação que estabelece um preço que vigora durante uma semana e é referencial para um Estado tão importante no negócio de suínos quanto é Minas Gerais”, pontuou Roberto Magnabosco, gerente geral da Arapé e conselheiro da ASEMG.

Após três meses de impasse sobre a presença das duas partes, compradores e vendedores, nas negociações das quintas-feiras, a ASEMG, instituição democrática que é, aplicou um questionário entre os associados, onde todos tiveram a oportunidade de dar voz a sua opinião. O resultado revelou que 65% dos associados votaram pela realização da Bolsa em qualquer dia da semana desde que com a participação dos frigoríficos, 26% optaram pelas quintas-feiras mesmo sem a presença deles e 9% deram respostas variadas a questão. Assim de posse destas informações, a ASEMG convidou os seus diretores a compor um comitê para irem a AFRIG negociar uma solução tendo em vista os anseios da maioria dos seus associados; os diretores que não puderam estar presentes naquele momento, indicaram os líderes da sua região.

Estiveram presentes: Décio Bruxel, presidente da SUINCO, Fernando Araújo, presidente da ASSUVAP, José Arnaldo Penna, vice-presidente da ASEMG, Rodrigo Vianna, representando os suinocultores da região de Pará de Minas e Valder Caixeta, presidente da ASTAP do lado dos produtores e da parte dos frigoríficos Sílvio Silveira, presidente da AFRIG, Mauro Costa, Reinaldo Martins e demais lideranças da AFRIG. Em reunião, as duas partes discutiram soluções para este impasse que ultrapassaram o assunto data e ao final a convergência foi de que o dia da semana não era mais importante do que a presença das duas partes em reunião, assim a decisão final ficou para o dia seguinte, dia 08/08, com o retorno da AFRIG de que a segunda-feira seria mais viável pois se tratava do início da programação das vendas da semana. “Pela legitimidade do comitê fomos já dispostos a sairmos de lá com uma solução definida, porém não conseguimos. Quinta-feira eles já haviam avisado desde a marcação da reunião que não aceitariam. Assim, tentamos negociar outros dias da semana como quarta, terça e até sexta-feira, no entanto eles foram firmes na questão de que a realização da Bolsa no início da semana é melhor para planejar as vendas junto ao varejo” contou Vianna.

Na terça-feira 08/08 assim que recebeu o retorno da AFRIG, a ASEMG consultou todos os integrantes do comitê e foi decidido pela realização da Bolsa de Suínos de Minas Gerais nas segundas-feiras, tendo como norte os anseios da maioria dos associados da ASEMG. “Nós suinocultores mineiros precisamos deixar de lado as nossas necessidades pessoais e  lembrarmos que a Bolsa de Suínos de Minas Gerais é maior do que cada um de nós, e devemos ter sempre em mente que o mercado é quem define o preço, ele é soberano” disse Valder Caixeta, presidente da ASTAP.

A pedido de alguns associados, as reuniões ocorrerão às 16h00 e às 17h00, na qual a primeira é a reunião de balizamento de informações de mercado entre produtores com a apresentação da pesquisa de mercado MERCOMINAS e em seguida a negociação entre compradores e vendedores. “Com a união da nossa classe, o apoio e a confiança de todos nos nossos sete hábeis negociadores de Bolsa lutaremos semanalmente pelo maior incremento possível no valor acordado com os frigoríficos para os nossos associados. Convoco os produtores a participarem mais das reuniões de Bolsa, seja presencial na ASEMG em Belo Horizonte ou através das videoconferências nas sedes da ASTAP/SUINCO e da ASSUVAP para que possamos discutir juntos os rumos do nosso negócio”, clamou Dr. Antônio Ferraz, presidente da ASEMG.

 

 

Filiado à ABCS