FESTIVAL DO LEITÃO DE RIO VERDE, EM FORMATO DIGITAL E A NÍVEL NACIONAL, DEBATE SOBRE SUINOCULTURA DE ALTO DESEMPENHO | ASEMG

FESTIVAL DO LEITÃO DE RIO VERDE, EM FORMATO DIGITAL E A NÍVEL NACIONAL, DEBATE SOBRE SUINOCULTURA DE ALTO DESEMPENHO

Publicado em 10 de novembro de 2021

A Associação dos Granjeiros Integrados do Estado de Goiás (AGIGO), realizou na última quarta-feira (27), mais uma edição do Festival do Leitão de Rio Verde,  referência para a suinocultura do estado de Goiás, tradicional encontro que acontece desde 2001. Em formato virtual, alcançando projeção nacional, o evento foi transmitido pelo YouTube, continua disponível para acesso.

O festival foi conduzido pelo diretor executivo da AGIGO, Iuri Pinheiro Machado, contou com a participação ao vivo de 200 participantes, que assistiram a palestras ministradas por especialistas sobre os desafios e otimização de resultados na produção de suínos, alta performance na creche e terminação, princípios para concepção de projetos em granjas e também sobre o impacto das pessoas na suinocultura de alto desempenho.

O primeiro tema, foi ministrado pelo Médico Veterinário, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e doutor em Fisiopatologia da Reprodução Animal, Fernando Bartolozzo, que abordou o peso das matrizes e dos leitões ao nascer, desmame, pontos de atenção na creche, manejo de puberdade, gargalos nessa etapa de produção, inseminação artificial, gestação e bem-estar animal, “Precisamos ter coragem para ouvir e quebrar paradigmas, ter acesso a informações de qualidade e trazer a discussão para dentro das granjas”, disse ele.

Em seguida, o consultor da Integrall, Médico Veterinário, mestre em reprodução, doutor em nutrição e associado da Associação do Suinocultores de Minas Gerais (ASEMG), Roniê Pinheiro, que falou sobre nutrição e alimentação animal, manejo, fornecimento de ração após o desmame, tempo correto de amamentação e consumo de água após o desmame.

O evento seguiu com a doutora em medicina veterinária Djane Dallanora, em uma palestra focada em recursos humanos. De acordo com Djane, “na suinocultura, por mais tecnologia que já tenhamos embarcada nas granjas, ainda somos altamente dependentes da atividade humana para tarefas essenciais ”, afirmou ela.

A última palestra foi a do zootecnista e consultor técnico comercial na Agroceres Multimix, Gustavo Lima, que explicou a importância das instalações para a suinocultura de alto desempenho, falando sobre os novos projetos que estão sendo concebidos, gestão de mão de obra, dimensionamento, tipo de instalações, pisos e tecnologias disponíveis no mercado, como biologia do crescimento, tipos de terminações e robotização.

Para fechar, o evento contou com um debate entre os palestrantes, o diretor executivo da AGIGO, Iuri Pinheiro Machado, e a Marketing Manager da 333 Brasil, Roberta Leite. Foram selecionadas as principais dúvidas dos participantes, que escreveram diretamente no chat da transmissão do evento.

O festival realizou uma campanha solidária para ajudar a Associação Beneficente André Luiz (ABAL), um lar de idosos localizado em Rio Verde (GO) que atua no acolhimento e cuidado de idosos há mais de 50 anos. Na ocasião, os participantes doaram mais de R$ 17 mil reais que serão usados para oferecer proteína animal na alimentação diária dos residentes do lar, arcar com itens de higiene, como fraldas, salário dos funcionários e medicamentos. O presidente da Agigo, Marcelo Cunha, agradeceu a todos os participantes e a todas as pessoas que colaboraram com a iniciativa.

Festival do Leitão de Rio Verde

Por: Ana Clara Parreiras

 

Filiado à ABCS