BOLSA DE SUÍNOS DE MINAS GERAIS SUGERE R$3,00 PARA COMERCIALIZAÇÃO DE SUÍNO VIVO

A Bolsa de Suínos de Minas Gerais, realizada hoje (02/05) na sede da Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (Asemg),  recomenda  através da sugestão dos produtores  a  comercialização do quilo do suíno vivo no valor de R$3,00, com validade até o dia 09/05, quando haverá nova reunião de Bolsa.
Segundo Armando Carneiro, suinocultor do Vale do Piranga, estamos passando por um período positivo para o comércio de suínos. “A semana que passou demonstrou um mercado bastante firme. A próxima semana também será muito positiva. O preço a ser comercializado está nas mãos do produtor, quanto mais unidos estivermos, melhor será o mercado” contou Carneiro
Para o suinocultor do centro-oeste de Minas, Rômulo Gontijo,  a semana foi bastante produtiva. “Todos os animais à disposição foram comercializados. Para a próxima semana, teremos um mercado ainda mais firme e comprador” comentou Rômulo.
“A procura por animais foi boa na última semana, e devido ao início da panha do café que gera um grande deslocamento de pessoas, à queda na temperatura  e  à véspera do Dia das Mães vamos trabalhar numa semana muito boa” explicou Deivison Evangelista, representante da Fazenda São Paulo.
“A posição de Bolsa em aberto foi acertada, já que o mercado esta semana foi comprador. Para a próxima semana, a perspectiva é de mercado aquecido devido a data do Dia das Mães, clima frio e  entrada da massa salarial” disse Moacir Ávila da Silva, representante do Grupo Cabo Verde.
“A semana foi bastante demandada com procura por cargas extras que não puderam ser entregues  devido ao peso leve e à baixa idade de animais. Para a próxima semana, esperamos recuperação e aumento no valor da comercialização” comentou Marco Luiz Duarte, representante da Cooperoeste.
Para o vice-presidente da Asemg, José Arnaldo Cardoso Penna, o cenário é extremamente positivo. “A semana anterior foi boa e a expectativa é de uma melhora devido à entrada da massa salarial  e à véspera de Dia das Mães” disse Penna.
A semana passada foi de vendas positivas e a próxima será ainda melhor. A decisão de Bolsa em aberto foi correta, uma vez que o produtor poderá resolver se será interessante ou não comercializar seus animais, disse o representante da Cogran, Carlos Alberto dos Santos.
“Mercado bastante procurado, principalmente na 2ª e 3ª feira. A previsão é de um mercado ainda mais aquecido com procura por parte dos frigoríficos” explicou João Bosco Martins de Abreu, diretor de mercado da Asemg.
Segundo o presidente da Asemg, Dr. Antônio Ferraz, o mercado esteve bastante aquecido com procura de animais em várias regiões do Estado. “Para a próxima semana esperamos por aumento na procura devido ao Dia das Mães e à entrada dos salários. Espero que os produtores possam se unir cada vez mais para conseguirmos melhor remuneração” concluiu o presidente.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação Asemg