EXPORTAÇÃO DE CARNE SUÍNA PARA A CHINA RENDERÁ 450 MILHÕES DE DÓLARES

 A expectativa de receita com a exportação de carne suína para a China, neste primeiro ano, é de U$ 450 milhões A estimativa é da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), que vistoriou e credenciou, junto ao Ministério da Agricultura, as 158 granjas responsáveis pelo fornecimento da carne à BR Foods, empresa exportadora. O primeiro carregamento de carne suína do Brasil para a China saiu no início da tarde de hoje de Rio Verde, Região Sudoeste de Goiás. Ao todo serão enviadas, ao longo do ano, 160 mil toneladas de carne com certificação sanitária para o país asiático Para o presidente da Agrodefesa, Antenor Nogueira, essa primeira exportação significa uma vitória econômica para o Brasil e, principalmente, para Goiás. Para ele, é uma resposta do mercado internacional ao bom trabalho de melhoria sanitária desenvolvido pelo governo goiano. Antenor acredita que a venda de carne suina para a China deverá abrir as portas do mercado asiático para a carne brasileira. Segundo dados do Ministério da Agricultura, a China tem um consumo de 132 quilos de proteína animal per capita ao ano e, desse total, 94 quilos são de carne suína. Esse comércio internacional, segundo Antenor, deve permitir uma melhora no desenvolvimento econômico do Estado com um aumento na produção e agregando mais valor ao produto goiano. “Toda a cadeia produtiva deve ser beneficiada, do produtor à industria”, concluiu.
Fonte: Suino.com