EXPORTAÇÕES DE CARNE SUÍNA BATEM RECORDE DE VOLUME MENSAL DESDE 2010

Apesar dos embargos da Argentina e da Rússia, as exportações brasileiras de carne suína apresentaram o melhor desempenho em volume mensal desde 2010
Somaram 53,4 mil toneladas e renderam US$ 138,4 milhões em maio, conforme dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) compilados pela Associação Brasileira da Indústria Produtora  e Exportadora de Carne Suína (Abipecs), entidade que representa as empresas que atuam no segmento.
O quantitativo foi 18,7% maior que o embarcado em maio de 2011 e 11,9% maior que o mês de abril desse ano.
Já o preço médio em Dólares, atingiu US$ 2.591 por tonelada, 8% menos que no mesmo mês de 2011 e 1,2% menor que o mês de abril desse ano.
A cotação em Dólares tem se apresentado estável ao longo de 2012, porém está crescente em Reais devido à desvalorização cambial.
Os resultados foram considerados positivos pela Abipecs. Em comunicado, a entidade ressalva que esta queda em US$ foi compensada pela valorização da moeda americana em relação ao real.
A Abipecs também realça que o incremento dos volumes vendidos aconteceu apesar das barreiras russas, que já duram quase um ano, e da “quase paralisação” dos embarques para a Argentina.
Hong Kong, Ucrânia, Angola e Cingapura estão entre os mercados que vêm se destacando pelo crescimento da demanda pelo produto brasileiro colaborando para a diminuição da oferta no mercado interno.
Fonte: Assuvap