MERCADO DE SUÍNOS, EM MINAS, CONFIRMA RECUPERAÇÃO

Confirmando as informações do comunicado enviado ontem (12/07), pela Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (Asemg) aos produtores mineiros: “Prezado Produtor,  Em pesquisa prévia, observamos que houve uma mudança no mercado,  com muita procura por parte dos frigoríficos. Diante disso, a recomendação é que todos firmem no preço de R$ 2,40”, os suinocultores mantiveram tal posicionamento e lograram êxito nas negociações.
Após transações com o representante dos frigoríficos, senhor Mauro Soares do FrigoMatos, o valor de R$ 2,40 para a comercialização do quilo do suíno vivo foi firmado. “O mercado vem demonstrando melhora nos últimos dias e hoje apontou grande procura. A união dos produtores que não cederam à pressão dos frigoríficos foi o fato fundamental para essa subida no preço de nosso produto. Essa atitude mostrou a força da suinocultura mineira e a importância da união dos produtores” contou Roberto Coelho, diretor de mercado da Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais.
Para Roberto Magnabosco, gerente geral da Arapé Agroindústria, o acréscimo de R$ 0,20 no valor praticado pelo mercado foi a vitória de uma estratégia adotada pelos produtores, que perceberam a possibilidade de incremento no valor de seu produto e trabalharam de forma conjunta. “Há algumas semanas não mais havia retenção de animais e o mercado apontava para um posicionamento positivo ao produtor, de posse dessa percepção e de dados trocados entre os produtores ligados à Asemg conseguimos sensibilizar os compradores de que o mercado é propício a alta e desde esse fechamento só temos notícias de animais comercializados no preço acordado de R$2,40” explicou Magnabosco
 
Fonte: Assessoria de Comunicação