PNDS EM MINAS PLANEJA AÇÕES PARA 2012

O projeto Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (PNDS) em Minas, já iniciou suas atividades para o ano de 2012. No último dia primeiro (01/02), gestores  e dirigentes ligados à Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (Asemg), Sebrae Minas e Senar Minas  estiveram reunidos na sede da Asemg para definirem as metas e diretrizes a serem seguidas  neste ano. “O PNDS é um projeto que veio para ficar e está movimentando positivamente a cadeia produtiva suinícola, temos que certeza que 2012 será um ano ainda mais positivo” comentou João Bosco Martins de Abreu.
 Durante a reunião foram apresentados os números de 2011 e discutidas as ações a serem implementadas para  2012. “Manifesto a satisfação de iniciarmos a participação no Senar  Minas junto ao PNDS, em 2011 trabalhamos 4 turmas e investimos cerca de 10 mil reais. Para esse ano estimamos 20 turmas e um investimento de cerca de 180  mil reais” contou Ronilson Araújo Paiva,  coordenador da Formação Profissional Rural do Senar
“Antes do fechamento  da parceira Senar x Abcs,  o número de cursos em suinocultura em era baixo, uma vez que as demandas do setor não chegavam ao conhecimento do Senar. Após o fechamento foi percebido que a demanda existe e isso foi comprovado com a existência de duas turmas  de gerentes capacitados em menos de 2 meses em Minas” disse Lívia Machado, coordenadora do PNDS.
 Segundo Fernando Ataíde Machado, gestor do PNDS pelo Sebrae Minas, o projeto vem cumprindo com seus objetivos e deve ser estendido. “Reafirmo a parceria do Sebrae Minas com o PNDS em nosso estado e fico feliz pela ampliação das atividades até o ano de  2015. O trabalho vem sendo muito bem desenvolvido”  explicou o gestor.
 Prova das vitórias alcançadas pelo PNDS em Minas é a extensão do projeto para uma terceira região no estado. “Além das regiões da Zona da Mata, Triângulo e Alto Paranaíba, iniciaremos em 2012 os trabalhos na região Centro-Oeste de Minas. Mais uma vez o Estado irá inovar e contará com a participação de um importante elo da cadeia, o varejo” narrou Sabrina Cardoso de Moura, gerente executiva da Asemg e coordenadora do PNDS no Estado.
 “As atividades desenvolvidas pelo PNDS em Minas  nos últimos anos têm proporcionado crescimento e amadurecimento à cadeia suinícola em nosso Estado. Tenho certeza que ainda temos muito a fazer e que os resultados serão cada vez melhores” comentou José Arnaldo Cardoso Penna, vice-presidente da Asemg e conselheiro da ABCS.