ASEMG REALIZA A PRIMEIRA EDIÇÃO DO PROJETO CONFRARIA DO PORCO

A Confraria do Porco teve início em Belo Horizonte e será levada para outras regionais no Estado de Minas Gerais

Nesta segunda-feira (25), a Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (ASEMG) deu início às ações da III Semana da Carne Suína Mineira, neste ano o tradicional evento dos suinocultores mineiros vem com foco em incremento de consumo da proteína suína e a Confraria do Porco faz parte das ações estruturantes realizadas pela entidade de representa os suinocultores mineiros.

O projeto, que tem a parceria da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes  (ABRASEL Minas Gerais), levou chefs, cozinheiros e donos de bares e restaurantes da capital mineira para uma imersão de capacitação gastronômica e financeira, a respeito da versatilidade, competitividade comercial e sabor da carne de porco. 

O encontro foi dividido em dois momentos: na parte da manhã, foi realizado o curso de Cortes Suínos, com o engenheiro de alimentos e especialista em carne suína, Marcos Bisinella, onde os participantes do evento puderam conhecer os diversos cortes existentes a partir da carcaça suína bem com o aproveitamento integral de todas as partes do suíno.

Já no período da tarde, os convidados se reuniram no Restaurante Escola da Faculdade Arnaldo e foram capacitados pelo chef executivo do restaurante Querida Jacinta, bem como do Restaurante Escola Faculdade Arnaldo além de CEO do Culinária de 2, Fagner Rodrigues, sobre os seguintes temas: “Porque a carne de porco faz bem para o seu negócio?”, onde puderam entender a vantagem financeira e competitiva que o uso da carne suína pode trazer para o seus negócios e também conheceram “Inspirações para o cardápio”, neste momento, o chef deu dicas de preparo, construção de sabor bem como incentivou os participantes da Confraria do Porco a criarem pratos, criativos, cheios de sabor e que sejam atrativos aos seus clientes.

Saulo Vidigal, do restaurante Saboreando, relatou que; “A Confraria do Porco foi uma experiência incrível. Entender melhor todo processo de corte de proteína animal nos proporcionou uma visão de como podemos aplicar isso em nossas casas, oferecer produtos de qualidade para nossos clientes e com um custo menor. Parabéns à Abrasel e ASEMG pela iniciativa! Obrigado”, agradeceu ele. 

O presidente da ASEMG João Carlos Bretas Leite explicou a iniciativa. “A execução do projeto trará benefícios à cadeia de food service que conseguirá ofertar a seu consumidor cardápios diferenciados e financeiramente vantajosos, ao consumidor que degustará receitas deliciosas a preços interessantes e à cadeia produtiva de suínos, que contará com o incremento de consumo da carne, ou seja, trata-se de um projeto estruturante que será importante para todas as cadeias envolvidas”.