BOLSA DE SUÍNOS DE MINAS GERAIS PERMANECE EM MANUTENÇÃO (R$3,50)

A Bolsa de Minas Gerais ocorreu após as palestras da 1ª2ª ESPECIAL, entre representantes dos frigoríficos e dos produtores. Suinocultores iniciaram as negociações um pouco mais otimistas, uma vez que o a Bolsa de São Paulo, havia demonstrado viés de alta.
Frigoríficos citaram a  baixa nos preços dos cortes suínos nas gôndolas, a baixa no preço médio da carcaça no varejo da RMBH  e a dificuldade em colocar produtos no varejo como motivos para que o  valor do quilo do suíno vivo  continuassem a R$3,50.
Suinocultores discordaram do valor indicado e propuseram um incremento no valor de comercialização, uma vez que a semana vindoura contará com a entrada da massa salarial, os animais ofertados estão com o peso mais leve,  e a oferta está cada dia mais enxuta.
Após as exposições de ambos os lados houve um longo período de discussão e a Bolsa permaneceu fechada em R$3,50, com validade até o dia 14/03, quando haverá nova reunião de Bolsa.