BOLSA DE SUÍNOS DE MINAS GERAIS SUGERE R$4,20 ( KG/ SUÍNO VIVO)

Em reunião realizada hoje (18) na sede a Associação dos Suinocultores do Estado de Minas Gerais (ASEMG), representantes dos produtores e de frigoríficos discutiram o mercado de suínos no estado.
Produtores descreveram o mercado como calmo, porém comprador e em fase de ajuste uma vez que devido às vendas do final de ano os animais estão leves e alguns empreendimentos optaram por não comercializarem animais nas  primeiras semanas de 2016. Já os frigoríficos relataram dificuldades na colocação de produtos no mercado, principalmente devido ao esvaziamento da cidade  de Belo Horizonte em detrimento das férias.
Vendedores citaram dados da pesquisa MERCOMINAS que demonstram que a intenção de venda para esta semana é melhor que a passada, uma vez que 5% dos participantes da pesquisa apontaram a intenção de incrementar o volume adquirido. Válido ressaltar que em 2016 o aumento no volume de vendas já acumula 10,56%.
Frigoríficos argumentaram que além das vendas estarem fracas os mesmos têm recebido ofertas de animais vindos de outros Estados que chegam com valor inferior ao suíno mineiro, além de carcaças com preços bastante atrativos e sugeriram o valor de R$4,00 para o fechamento da Bolsa de Suínos de Minas Gerais.
Suinocultores contra argumentaram e sugeriram o valor de R$4,20, para o fechamento. Após algum tempo de discussão as partes não entraram e acordo e a sugestão da Bolsa de Suínos para a comercialização do quilo do suíno vivo é de R$4,20, com validade até o dia  25/01, quando haverá nova reunião.
Fonte: Assessoria de Comunicação ASEMG