MERCADO SUINÍCOLA DÁ SINAIS DE MELHORAS

A pesquisa de mercado Mercominas sinalizou que na semana passada 77% dos negócios foram fixados no valor da Bolsa de Belo Horizonte a R$3,25 e 6% acima deste valor, indicando uma tendência de alta para esta semana, o que pode ser confirmado também por outras praças.
Segundo a APCS, a Bolsa na semana passada foi referenciada entre R$3,09 e R$3,15 e já na sexta (13) Antonio Ianni, suinocultor de Itú, confirmou a venda de 160 suínos a R$3,52, condições Bolsa para a entrega nesta segunda-feira.
Para corroborar com a tendência de alta, o CEPEA indica uma alta no preço mínimo do mercado catarinense de 11 a 13/05 na faixa de 10,43%. E o JOX Assessoria Agropecuária de hoje (15) detalha que: “as vendas de carcaças in natura para o comércio de São Paulo estão indo num ritmo bom, devolvendo satisfação ao setor, pois isso mostra a consolidação de uma melhora, independente da época do mês. Inclusive os frigoríficos têm procurado reputar novos preços aos seus produtos, visando recompor suas margens. Um fator importante que também está impulsionando-os nesse sentido é a movimentação dos preços dos cevados que já começou a acontecer em várias localidades. Vale ressaltar que no interior de São Paulo, a semana terminou com o mercado físico registrando alta para as programações dessa semana. Porém, ainda não se chegou à completa definição, e um novo reajuste está para acontecer nessa segunda-feira”.
Fonte: ASEMG